Terapia Individual / de Casal

Um processo de autoconhecimento e descobertas

Nartan-Lemos_terapias-de-casal

O processo terapêutico é um processo de autoconhecimento e descobertas. É um recurso fundamental para descobrirmos quem somos: aprendemos a refletir sobre nossos sentimentos, pensamentos e comportamentos. E é através de uma investigação de nossa história de vida que identificamos valores, padrões e crenças.

Por que fazer terapia? Este processo individual é sensacional, pois depende de cada um, de sua própria vontade. É a arte do grande encontro, encararmos nossas dificuldades, desafios e vulnerabilidades, descobrimos potenciais e habilidades, reconhecemos nossa força e desenvolvemos disposição e coragem para nos tornarmos quem realmente somos.

A liberdade de ser quem se é exige paixão e responsabilidade, coragem e superar limitações, e os ganhos são incomensuráveis. Criar a vida que se quer viver, depende exclusivamente de nós mesmos, esse papo de ficar responsabilizando os outros pelos nossos fracassos, tristezas e frustrações pra mim é perda de tempo e uma grande dificuldade e medo que temos de crescermos.

Conhecer nossa história de vida, nossa trajetória até aqui e agora é fundamental para fazermos ajustes e avançarmos.

 

A criança regredida e o adulto maduro

Carregamos internamente uma parte muito inconsciente que domina 70% de nossos comportamentos, que chamamos de criança regredida. Essa parte interna nossa que sabota a felicidade, a satisfação e não nos permite crescer e evoluir.

O estado da criança regredida é profundamente inconsciente, familiar, habitual e automático. A maioria das pessoas pensa, sente e age a partir deste lugar durante toda a sua vida e não conhece outro estado. Neste lugar, não sabemos esperar, a ansiedade está fortemente presente, o medo do abandono e da perda. Vamos até o outro mendingando amor e afeto. Neste estado, estamos desconectados da nossa essência e identificados com a imagem distorcida do patinho feio.

O estado do adulto maduro é consciente, presente com os sentimentos, aberto e disposto a resolver conflitos, busca um espaço de centramento. Neste estado, somos capazes de estabelecer limites, ver os outros de forma clara e fazer escolhas mais sábias. Acolhemos nossas frustrações e nutrimos nossa essência. Desenvolvemos a capacidade de identificarmos nossa criança ferida e aceitamos ela, sem que elas tome conta de nossas vidas.

Trabalho corporal/bioenergética

No processo da terapia individual, quando necessário, é associada a massagem terapêutica – técnica de massagem profunda desenvolvida por Miriam Pragita e Guilherme Jaganu há muitos anos em Brasília.

A massagem terapêutica agrega diversos métodos tradicionais e contemporâneos – Massagem Ayurvédica, Shiatsu, Manobra no Tecido Conjuntivo, Escovação, e o moderno método de abordagem corporal das Cadeias Musculares – Técnica GDS. A prática conjunta destas técnicas tem como objetivos melhorar a saúde e revigorar todo nosso corpo.

A aplicação regular da massagem terapêutica reforça os músculos, melhora a circulação sanguínea e as tensões sofridas no dia a dia e traz muitos benefícios ao corpo, eliminando dores, relaxando músculos e nervos, fortalecendo os ossos e as funções vitais, tanto de quem recebe quanto de quem pratica.

 

Terapia de casal

A terapia de casal pode ser uma poderosa ferramenta que faz do relacionamento conjugal um caminho para o autodesenvolvimento pessoal, prevenindo assim que situações desgastantes se estabeleçam. Em resumo, busca compreender o melhor caminho para promover saúde mental/emocional de ambas as partes, e a constante renovação dos estado de ânimo e alegria.

Algumas situações evidenciam com clareza um relacionamento em crise, pois são capazes de gerar sofrimentos constantes para as partes envolvidas. A principal delas é a ausência de uma comunicação sadia e eficaz, motivada por uma postura defensiva de ambos os lados, que com o passar do tempo vai ficando cada vez mais difícil e produzindo constantes insatisfações, raivas, tristezas e outros sentimentos desse tipo. E todas essas situações dolorosas prejudicam diretamente algumas áreas fundamentais do relacionamento, como a afetiva, a emocional e a sexual.

Neste caso, a terapia de casal funciona como um eficaz caminho de retorno a harmonização do casal, pois o seu foco é revelar um relacionamento conjugal amoroso, resgatar a alegria, a cumplicidade e a amizade que foram perdidas com o desgaste da convivência. Melhora principalmente a qualidade da comunicação e a postura em assumir as suas responsabilidades nos conflitos que se repetem.

Além disso, é muito comum uma relação se manter apenas pela crença de que os casamentos são indissolúveis e que tudo deve ser suportado; ou uma das partes desenvolveu uma verdadeira dependência pela relação e simplesmente não aceita o seu término inevitável. Seja qual for a situação, a terapia de casal pode ser de grande valia também em um processo de afastamento.

Porém, é importante ressaltar que, na maioria das vezes, quando ambos tem o propósito de continuarem juntos, é plenamente possível resolver qualquer situação que venha prejudicando o relacionamento, ou encontrar caminhos seguros para uma reconciliação saudável e uma vida repleta de afetividade e amor.