Blog da Nartan

babayaga3

Mulher movimento

Não peçam pra uma mulher ser “equilibrada”!
Uma mulher não veio a este mundo pra ser “equilibrada”!
Uma mulher veio a este mundo pra sentir!
Sua natureza a obriga, no mínimo, uma vez por mês a olhar pra dentro, a questionar seu estado emocional, a avaliar o quanto está sendo influenciada pelos hormônios, pela Lua, pelo posicionamento dos astros, ou por aquela pessoa no trabalho que ela intui que está jogando energias nocivas pra cima dela faz tempo.
Uma mulher tem um pé no visível e outro no invisível.
Mesmo que não aceite, o invisível mexe com ela a todo instante. Seu lado bruxa pode ser negado, mas sempre está presente influenciando suas percepções.
Uma mulher não veio a este mundo pra ser “normal”. Quando se obriga a isto, deprime-se, desenvolve síndromes que nada mais são do que sua alma gritando: “Pára de me aprisionar! Pára de desenvolver um papel! Você não está sendo você mesma!”.
Uma mulher que não se aprisiona vai amar e sentir raiva um minuto depois.
Vai acolher e dizer adeus quando sentir que este é o caminho.
Vai ser pai e mãe. E, ah, vai rugir quando alguém se aproximar de seus filhos.
Ser “normal” não é pra mulher.
Deuses não são “normais”.
Portanto, não peçam pra uma mulher ser “equilibrada”. Uma mulher vai ser “equilibrada” somente quando se matar por dentro. Mulher é movimento! Mulher é éter! Quando você pensa que está aqui, ela já está lá, ela já se foi, já se transformou, a alquimia já se fez.
Mulher veio pra desequilibrar, desestabilizar, intuir, duvidar, verbalizar, confrontar… Ela não pode ser “normal”. Ser “normal” vai sufoca-la!
Ela é anormal!
Ela é desencaixada!
Ela tem todo o Universo dentro dela… E dá à luz a todo instante…
Como pode ser “normal”? Mulheres não são de paz. Mulheres são de totalidade!
Mulheres não se tornam “Mestres”. Mulheres assumem a Deusa.

Nina Zobarzo

Nartan Lemos é psicóloga e terapeuta corporal com especialização em Terapia de Relacionamento, Criança Ferida, Bioenergética, Dançaterapia e Meditação. Atende individual e casal em Brasília (DF). Contato: nartanlemos@gmail.com | (61) 9 8173-8433.